Homenagem

Imagem

 

A Biblioteca do CIESA foi batizada com o nome de André Araújo em homenagem ao saudoso homem público de grande importância para a sociedade amazonense de sua época, devido seus feitos nas áreas sociais, educacionais, políticas e jurisprudenciais, tendo ainda na atualidade frutos do seu trabalho na cidade de Manaus e interiores do imenso Estado do Amazonas por onde passou.

Para conhecer um pouco de sua história e consequentemente sua vida pública, destacamos parte do pronunciamento do Senador Jefferson Peres (AM) na plenária do Senado Federal em 19 de outubro de 1998, em alusão ao centenário de nascimento de André Vidal Araújo.

“…transcorreu, no último dia 15, o centenário de nascimento de um dos mais ilustres homens públicos do Amazonas, que foi o saudoso Desembargador André Vidal de Araújo.

Pernambucano, foi criança para minha terra, levado pelo pai, Dr. Francisco Pedro de Araújo Filho, um dos mais brilhantes advogados do fórum de Manaus na sua época.

Lá se formou em direito e se revelou um talento poliédrico, porque era um homem de pensamento e de ação, com presença marcante nas áreas da magistratura, da política e do magistério…”

“…Ao ingressar na magistratura, foi o primeiro Juiz de menores da capital e logo se revelou não apenas um grande magistrado, que passou a defender com muita coragem os direitos dos menores, como deu uma dimensão administrativa à Vara de Menores, criando setores de assistência à criança e ao adolescente, inclusive o Instituto Melo Matos, destinado a menores infratores, os quais buscava, com o auxílio de psicólogos e assistentes sociais, recuperar e reintegrar à vida social.

Paralelamente, como cidadão, em caráter particular, foi semeando instituições Sr. Presidente. Criou e manteve a Escola Premonitória do Bom Pastor, destinada a meninas órfãs que lá ficavam instalados em regime de internato; criou o Instituto Montessoriano Álvaro Maia, que abrigava menores com deficiência mental, adotando o método pedagógico – revolucionário para a época da grande educadora italiana Maria Montessori; criou e manteve uma creche para filhos de operários em Manaus; e criou, ainda, a Escola de Serviço Social, de nível superior, a qual formou as primeiras assistentes sociais, algumas das quais passaram a trabalhar nas entidades por ele criadas.

Ao se aposentar, já como Desembargador, ingressou na política, oportunidade em que foi eleito com um grande número de votos deputado federal pelo então Partido Democrata Cristão, na Legislatura 1951/1954. Não renovou seu mandato e logo abandonou a política completamente desencantado da mesma e da vida parlamentar. Voltou-se a atividades particulares e se dedicou à pesquisa. Foi um pioneiro no campo das pesquisas sociais no Estado do Amazonas, publicando alguns estudos e ensaios que lhe valeram o ingresso no Instituto Geográfico e Histórico do Amazonas e na Academia Amazonense de Letras. Das entidades que criou todas desapareceram após sua morte, com exceção da Escola de Serviço Social, hoje incorporada à Universidade do Amazonas.

Aquele homem extraordinário não deixou de trabalhar até o último momento de sua vida. Em 1975, aos 77 anos de idade, veio a falecer. Mesmo em seus últimos dias, era ainda muito atuante nos Conselhos Estaduais de Educação e Cultura aos quais também pertenci e onde aprendi a estimá-lo e a admirá-lo ainda mais. Já nutria por sua pessoa uma amizade herdada de meu pai, que foi seu conterrâneo e grande amigo. Como André Araújo conseguiu fazer obra de tamanha envergadura? Só um homem com seu estofo poderia conseguir. Com obstinação, pertinácia, usando seu prestígio, sua simpatia pessoal; ia abrindo gabinetes oficiais e empresariais, e com isso constituiu uma legião de amigos que por meio de verbas orçamentárias, doações de bens, contribuições e de participações voluntárias, conseguiu manter abertas aquelas entidades por muitos anos…”

 

 

 

 

 

BRASIL. Senado. Diário do Senado Federal. Brasília, DF, ano LIII, n° 129, p. 14339-14340, 20 out. 1998.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: